O seu blog de entretenimento.

Crítica: A Toda Prova

Steven Soderbergh segue estratégias bastante interessantes em suas produções. Ou ele consegue convencer um grande elenco para seus filmes, como aconteceu na trilogia Onze Homens e Um Segredo, ou, na busca por mais realismo, escolhe protagonistas que não tiveram nenhuma experiência em atuar. Foi o que aconteceu em Confissões de uma Garota de Programa, quando contratou a famosa estrela pornô Sasha Grey.

Em A Toda Prova, o cineasta usa as duas estratégias, reunindo grandes nomes como Michael Douglas, Antonio Banderas, Ewan McGregor, Michael Fassbender, entre outros, com a lutadora de MMA e musa Gina Carano, sem nenhuma experiência em atuar, mas a escolha ideal para um filme que usa e abusa de combates corporais.

Carano dá vida a Mallory Kane, uma agente que trabalha para uma organização especializada em resgatar reféns. Porém, Kane é traída pelo seu próprio grupo e se torna um alvo. A agente usará toda as suas habilidades que aprendeu para combater os responsáveis que a criaram.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s