O seu blog de entretenimento.

Crítica: Se Beber, Não Case! Parte II

Continuação de um sucesso de comédia é sempre difícil de manter o mesmo ritmo e qualidade do seu antecessor. Em Se Beber Não, Case! Parte II, vimos exatamente a manutenção de todos os ingredientes que fizeram desta comédia a melhor do ano em 2009.  Mas nesta sequência, o resultado foi ainda melhor que o primeiro.

O conceito do filme continua sendo o mesmo, desagradando uns e agradando outros. Na trama, o local e as situações são totalmente diferentes. Desta vez, Stu (Ed Helms) está prestes a se casar com a tailandesa (Jamie Chung). Seus amigos Phil (Bradley Cooper), Doug (Justin Bartha) e Alan (Zach Galifianakis) viajam para um resort na Tailândia para a cerimônia.

Tentando ao máximo não repetir os mesmo eventos durante o casamento de Doug, Stu propõe algo mais calmo, apenas um café da manhã. Porém, Phil acaba convencendo que todos façam pelo menos um brinde, mas aí toda a história se repete. O trio de amigos amanhece em plena Bangcoc, sem se lembrarem de nada que aconteceu na noite passada e ainda por cima não sabem do paradeiro de Teddy (Mason Lee), irmão mais novo da noiva de Stu.

O grande mérito de Se Beber, Não Case! Parte II foi justamente de manter o mesmo estilo do primeiro filme. As mesmas piadas e situações embaraçosas dos seus personagens que nos conquistaram continuam presentes, embora renovadas. Para quem curtiu o estilo de humor negro e escatológico de Todd Phillips, vai se surpreender ainda mais com esta trama, que mostram cenas pra lá de insanas.

A química entre o elenco continua excelente. Bradley Cooper continua sendo o responsável por tirar todos do grande pepino, Ed Helms proporciona cenas muito cômicas e Zach Galifianakis continua hilário como o ingênuo Alan. Porém, o grande destaque fica para Ken Jeong que retorna como o maluco Chow. As sequências com sua participação acabam sendo as mais engraçadas.

Falando nas piadas, o longa exagera ainda mais desta vez. A cena em uma boate de Bangcoc em que Stu descobre o que fez na noite passada com uma dançarina é constrangedora, podendo provocar para alguns uma risada meio forçada pela situação.
No mais, as sequências de ação, a fotografia que exalta a beleza da Tailândia foram muito bem trabalhadas.

Se Beber, Não Case! Parte II não é uma comédia para qualquer público. Se você não gostou do humor e piadas apresentados no primeiro filme, não se arrisque em assistir este longa. Mas para quem se divertiu com as loucuras de Phil, Stu e Alan, vão curtir ainda mais nesta que tem tudo para ser a grande comédia do ano novamente.

NOTA: 8,0/10

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s